Mindfulness Brasil

Praticar mindfulness regularmente previne lesões em atletas profissionais



Por Marcelo Demarzo para o Viva Bem

Uma pesquisa recente, confirmando estudos anteriores, mostrou cientificamente que a prática regular de mindfulness pode prevenir lesões em atletas profissionais de alto desempenho.

Por um ano, cientistas acompanharam um total de 168 jogadores profissionais de futebol (jovens, do sexo masculino), comparando a participação num treinamento em mindfulness, com a participação num curso sobre a psicologia das lesões esportivas.

Os resultados foram positivos e consistentes a favor de mindfulness. Os atletas que introduziram mindfulness regularmente em sua rotina de treinamento apresentaram um menor número de lesões, e menos dias perdidos de treinamentos e competições devido às lesões esportivas.

Além disso, os atletas “mindfulneiros” também apresentaram uma melhora na capacidade de controle da atenção, e menores níveis de ansiedade e estresse relacionados à atividade esportiva.

Mindfulness nos Esportes

Uma das primeiras aplicações de mindfulness, ainda no começo da década de 1990, foi em esportistas e equipes profissionais norte-americanas de alto nível, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e a performance dos atletas.

O caso de sucesso do time de basquetebol do Chicago Bulls, no período do auge de rendimento esportivo de atletas como Michael Jordan é sempre citado. Hoje em dia muitos atletas incorporam mindfulness em sua rotina como Novak Djokovic (Tênis), e equipes como o Seattle Seahawk (NFL) e o Golden State Warriors (NBA).

Mas como mindfulness pode ajudar na performance esportiva?

Além do impacto positivo na prevenção de lesões, os estudos também apontam que as práticas e programas de mindfulness podem ajudar os esportistas na melhora da propriocepção (consciência das sensações internas corporais, incluindo a melhor percepção das emoções), na melhor qualidade do sono, e na diminuindo as ruminações mentais (pensamentos repetitivos negativos, como o “medo de falhar” nos atos esportivos), aumentando consequentemente a qualidade de vida e a performance dos atletas.

Os mesmos benefícios valem também para atletas amadores e praticantes de exercício físico em geral. Assim, da próxima vez que praticar exercícios ou esportes, lembre-se da possibilidade de levar mindfulness às essas atividades, ou melhor, de praticar as duas coisas de forma integrada, ampliando seus resultados.

Referência: Demarzo & Garcia-Campayo. Manual Prático de Mindfulness: curiosidade e aceitação. Editora Palas Athena, 2015.

Todos os direitos reservados © 2019 - 2020

Site desenvolvido por