O transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) é um diagnóstico médico bastante preciso e de tratamento complexo. Os quadros se iniciam ainda na infância e se caracterizam por níveis elevados de desatenção, hiperatividade e impulsividade. Esse quadro afeta em torno de 3% da população adulta e está associado a prejuízos no desempenho escolar e profissional, além de problemas para a saúde (ansiedade, adição a drogas e aumento do risco de suicídio, por exemplo) e para as relações sociais e interpessoais. A farmacoterapia (terapia com me com medicamentos) é o tratamento de primeira linha para pessoas com diagnóstico de TDAH, em  ...[MAIS]