TREINADORES CENTRO MENTE ABERTA - MINDFULNESS BRASIL

Nossos treinadores são experientes instrutores de Mindfulness, preparados para ministrar cursos para praticantes e de formação para outros instrutores, nos protocolos MBHP, MBCT e ABCT.


 

 

Marcelo Demarzo

Fundador e Coordenador do Centro Mente Aberta e Mindfulness Brasil

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Médico formado pela USP e Pós-Doutorado em Mindfulness e Saúde pela Universidad de Zaragoza (Espanha), professor, pesquisador e vice-coordenador do Programa de Pós Graduação (mestrado e doutorado) em Saúde Coletiva do Departamento de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina – UNIFESP.

Instagram: @drmarcelodemarzo[/su_expand]


 

 

Odisséia Martins

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Professora Instrutora de Mindfulness do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil . Especialista em Mindfulness pelo Centro Mente Aberta - UNIFESP. Facilita treinamentos baseados em Mindfulness, Mindful Eating e Compaixão. Professora de Kum Nye- Relaxamento e Yoga tibetano. Colaboradora na formação profissional de instrutores do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil desde 2016.

Instagram: @viverpresentemindfulness

Website: https://www.viverpresente.com.br [/su_expand]


 

 

Olga Durães

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Atua como instrutora de Mindfulness graduada pela Unifesp, mestranda em Saúde Coletiva pela Unifesp, professora de meditação graduada pela Yoga Teachers Association- EUA e como instrutora de compaixão graduada pelo Instituto Cultivo (México). 

Instagram: @em.meditacao[/su_expand]


 

 

Sonia Beira Antonio

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Professora Instrutora de Mindfulness do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil . Especialista em Mindfulness - Centro Mente Aberta - UNIFESP; Psicopedagoga Clínica e Institucional; Instrutora Profissional certificada pelo Centro Mente Aberta - UNIFESP; Professora na Formação de Instrutores de Mindfulness; Sócia Fundadora de Desenvolve Seres Humanos.

Website: www.desenvolvesh.com.br[/su_expand]


 

 

Thais Requito

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Professora Instrutora de Mindfulness do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil . Supervisora do programa Terapia Cognitiva Baseada em Mindfulness para a Depressão e para a Vida (MBCT-D e MBCT-L) pelo Centro de Mindfulness da Universidade de Oxford (OMC). Professora do Search Inside Yourself e facilitadora dos protocolos ingleses Taking it Further, Paws.B e WorplaceMT. Graduada em publicidade, possui MBA pela FGV.

Instagram: @thaisrequito

Website: www.thaisrequito.com[/su_expand]


Matéria do jornal inglês “The Guardian” de 23 de novembro de 2021 anunciou as primeiras novas diretrizes do sistema de saúde pública do Reino Unido (NHS) em décadas, para o tratamento da depressão em adultos. Segundo as novas diretrizes, milhões de pessoas com depressão leve na Inglaterra deverão receber terapia, exercícios e Mindfulness antes dos antidepressivos. Dr. Paul Chrisp, diretor do centro de diretrizes no Instituto Nacional de Excelência em Saúde e Cuidados (NICE), ressalta que “A pandemia da Covid-19 nos mostrou o impacto que a depressão teve na saúde mental. Pessoas com depressão precisam dessas  ...[MAIS]
Praticar mindfulness regularmente em nosso dia a dia nos traz benefícios concretos e atestados pelas pesquisas científicas, que não envolvem apenas a saúde, mas também a área da educação, incluindo professores e estudantes, como também líderes e colaboradores em empresas e organizações. Entender e conhecer esses benefícios podem servir de motivação para começarmos a integrar os exercícios de mindfulness em nosso cotidiano. Saúde Os benefícios mais conhecidos e pesquisados de mindfulness estão localizados na área da saúde. Podemos pensar em 2 grandes tipos de benefícios: 1) para o bem-estar e qualidade de vida, e 2) para o tratamento de doenças e  ...[MAIS]
A gravidez e o período após o parto são momentos críticos para as mulheres (e para os futuros bebês), e estão associados a mudanças emocionais e físicas importantes. Embora a maioria dessas mudanças sejam amplamente positivas, algumas podem tornar a gestante vulnerável a problemas de saúde mental. O problema de saúde mental mais amplamente pesquisado no período perinatal é a depressão. Estimativas de prevalência de período sugerem que quase um quinto das mulheres sofrem de depressão durante a gravidez e uma proporção semelhante o faz nos primeiros três meses após o parto. Os transtornos de ansiedade no período perinatal também são  ...[MAIS]
O sistema imunológico é complexo e um dos mais importantes de nosso corpo, sendo responsável pela defesa e imunidade de organismo contra riscos externos (infecções) e internos (células cancerígenas, por exemplo). A relação entre estresse e imunidade é bastante estudada, envolvendo a relação amplamente conhecida entre os sistemas imunológico, nervoso e hormonal. Esta relação é mediada por uma complexa rede de comunicação biológica entre os três sistemas. Assim, um desequilíbrio no sistema nervoso ou hormonal, pode resultar em alterações na resposta imunológica. Por exemplo, ter depressão pode provocar alterações no sistema imunológico. Os efeitos benéficos da  ...[MAIS]
Os programas de mindfulness laicos e contemporâneos foram criados há 40 anos nos Estados Unidos, no final da década de 1970. Desde então, houve um "boom" de pesquisas sobre o tema, e aproximadamente 5.000 estudos científicos foram produzidos até o momento sobre esses programas. Com base nesses estudos, desde 2004 os programas de mindfulness são uma política pública no Reino Unido (Inglaterra, País de Gales, Irlanda do Norte e Escócia). A partir de então, pacientes com depressão maior têm acesso às essas intervenções no sistema pública de saúde (National Health Services –NHS — correspondente ao nosso SUS),  ...[MAIS]