TREINADORES CENTRO MENTE ABERTA - MINDFULNESS BRASIL

Nossos treinadores são experientes instrutores de Mindfulness, preparados para ministrar cursos para praticantes e de formação para outros instrutores, nos protocolos MBHP, MBCT e ABCT.


 

 

Marcelo Demarzo

Fundador e Coordenador do Centro Mente Aberta e Mindfulness Brasil

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Médico formado pela USP e Pós-Doutorado em Mindfulness e Saúde pela Universidad de Zaragoza (Espanha), professor, pesquisador e vice-coordenador do Programa de Pós Graduação (mestrado e doutorado) em Saúde Coletiva do Departamento de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina – UNIFESP.

Instagram: @drmarcelodemarzo[/su_expand]


 

 

Odisséia Martins

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Coordenadora da Formação MBHP e Professora Instrutora de Mindfulness do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil

Especialista em Mindfulness pelo Centro Mente Aberta - UNIFESP. Facilita treinamentos baseados em Mindfulness, Mindful Eating e Compaixão. Coordenadora na formação profissional de instrutores do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil desde 2016.

Instagram: @viverpresentemindfulness

Website: https://www.viverpresente.com.br [/su_expand]


 

 

Thais Requito

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Professora Instrutora de Mindfulness do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil

Supervisora do programa Terapia Cognitiva Baseada em Mindfulness para a Depressão e para a Vida (MBCT-D e MBCT-L) pelo Centro de Mindfulness da Universidade de Oxford (OMC). Professora do Search Inside Yourself e facilitadora dos protocolos ingleses Taking it Further, Paws.B e WorplaceMT. Graduada em publicidade, possui MBA pela FGV.

Instagram: @thaisrequito

Website: www.thaisrequito.com[/su_expand]


 

 

Sonia Beira Antonio

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Professora Instrutora de Mindfulness do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil

Especialista em Mindfulness - Centro Mente Aberta - UNIFESP; Psicopedagoga Clínica e Institucional; Instrutora Profissional certificada pelo Centro Mente Aberta - UNIFESP; Professora na Formação de Instrutores de Mindfulness; Sócia Fundadora de Desenvolve Seres Humanos.

Website: www.desenvolvesh.com.br[/su_expand]


 

 

Juciara Cabral

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Tutora e instrutora do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil 

Instrutora de Mindfulness certificada pelo Centro Mente Aberta (UNIFESP), Juciara Cabral trabalha com práticas meditativas (Medicina Mente Corpo) há mais de 20 anos. Ela também é mestre em Ciência da Motricidade Humana - Neurociência pela UCB e licenciada em Educação Física pela UFRJ. Atualmente é pós-graduanda em Gestão Emocional nas Organizações - Cultivating Emotional Balance – Einstein.

Instagram: @jucabral_menteconsciente [/su_expand]


Por Marcelo Demarzo para o Viva Bem, do UOL Antes de mais nada, mindfulness (ou atenção plena) é um dos estados naturais de nossa mente, ou seja, já temos essa capacidade desde nosso nascimento, mas infelizmente a desenvolvemos pouco ao longo da vida. Dentro dos estados possíveis de nossa mente, mindfulness seria aquele no qual estamos plenamente focados ou conectados no que estamos fazendo, vivenciando ou sentindo naquele momento. Para que seja possível essa conexão mais plena com a experiência, além de estarmos atentos (pré-requisito), necessitamos estar ao mesmo tempo numa atitude mental específica, que implica em sair de outro modo habitual  ...[MAIS]
Os treinamentos em mindfulness são eficazes para o gerenciamento do estresse em geral e também para situações específicas, como o estresse crônico relacionado ao trabalho, que chamamos de burnout (ou síndrome do esgotamento profissional). A profissão de “professor” está entre as que mais desenvolvem burnout, além de ansiedade e depressão, em especial quando as condições estruturais de trabalho não são adequadas. Os principais sintomas são exaustão emocional, despersonalização (sensação de estranhamento ou “separação” de si mesmo e com as atividades de trabalho —distanciamento ou não-engajamento), e sensação de falta de eficácia ou realização pessoal. Uma série de pesquisas nos mostram que  ...[MAIS]
Por Marcelo Demarzo para o Viva Bem, do UOL Uma fonte bastante comum de estresse e preocupação no dia a dia são as relações interpessoais, tanto familiares quanto de trabalho. Aumentar nossa capacidade de lidar conscientemente com essas situações pode aumentar nossas opções de resposta, reduzindo a intensidade dos conflitos. A eficácia nas relações interpessoais é um dos benefícios da prática regular da atenção plena (mindfulness), gerando uma maior tolerância aos sentimentos desconfortáveis e um melhor controle das emoções, em especial as negativas como a raiva. Uma melhor capacidade de atenção e consciência nessas situações de conflito é a base para uma  ...[MAIS]
Por Mercelo Demarzo para o Viva Bem do UOL Como muitas vezes associamos a prática da atenção plena (mindfulness) com “meditação” ou tradições contemplativas orientais (como o Budismo), é comum que surjam uma série de mitos e preconceitos (ideias pré-concebidas) sobre o tema, os quais podem se tornar barreiras para quem quer começar a dar os primeiros passos em mindfulness. Podemos classificar essas ideias pré-concebidas como “mitos negativos” (que desqualificam), e “mitos positivos” (ideias e expectativas irrealistas). Vamos conhecer os principais: Mitos negativos Mindfulness é apenas para budistas ou hinduístas As pesquisas nos mostram que a atenção plena é uma  ...[MAIS]
Por Marcelo Demarzo para o Viva Bem É esperado que aproximadamente 30% das empresas no Brasil mantenham a adoção do home office mesmo após a crise do novo coronavírus. Isso pode acontecer porque se observou que o modelo de trabalho à distância, instituído muitas vezes às pressas no início da quarentena, pode trazer muitos benefícios às empresas e, se bem executado, também aos profissionais. Do ponto de vista do profissional, a adoção do modelo de teletrabalho pode ser positiva tanto para a vida pessoal (maior contato com a família, por exemplo) quanto para a produtividade (menos  ...[MAIS]
Por Marcelo Demarzo para o Viva Bem   Uma maneira de levarmos mindfulness para nosso dia a dia, em especial as atitudes "mindful" relacionadas à atenção plena (que nos ajudam a lidar melhor com as dificuldades próprias da vida), é ler poemas ou poesias que nos ensinam ou nos incentivam a novas posturas frente à vida. Eles têm em geral uma linguagem mais acessível ou agradável, inspirando e nos motivando. É uma forma lúdica e muito efetiva de aprendermos mindfulness, e acaba funcionado como uma "prática informal". Um dos principais e mais conhecidos poetas que abordaram  ...[MAIS]
Desde o anúncio da pandemia do novo coronavírus, a mudança repentina na rotina de vida dos brasileiros desencadeou crises de ansiedade e pânico em pacientes já diagnosticados, e até em quem não tinha histórico desses transtornos mentais. A prática de mindfulness é uma das aliadas para o desenvolvimento de autocontrole durante as crises, porque é capaz de reduzir a preocupação excessiva, entre outros benefícios. Essa relação acontece porque ambos os quadros podem ser desencadeados, entre outras causas, pelo medo do que possa acontecer (infecções, mortes, perdas financeiras), e pela sensação de impotência diante de uma situação  ...[MAIS]
Em tempos de isolamento social e incertezas da pandemia de coronavírus, muitos pais e responsáveis precisam se adaptar imediatamente às mudanças de rotina para lidar com as crianças e suas necessidades dentro de casa, incluindo o cuidado geral e as lições escolares. Mais do que manter os pequenos ocupados, é importante que a preocupação com o bem-estar dos filhos também seja uma prioridade, já que a quarentena ainda não tem prazo para acabar e pode trazer à tona sentimentos de impaciência e estresse (para pais e filhos). Assim como podemos treinar os músculos e a capacidade  ...[MAIS]
Um dos efeitos interessantes da prática regular de mindfulness (atenção plena) é a experiência de obter um "insight", que pode ocorrer em quem pratica de maneira correta e com certa frequência (regularidade). Os "insights" são aqueles momentos de "AHA" (visão mais clara sobre determinado problema ou tema) que ocorrem de maneira espontânea, sem estarmos preocupados em obtê-los. Às vezes, eles vêm acompanhados de alguma sensação física, como sudorese ou aumento do batimento cardíaco. Além de aparecerem naturalmente (sem precisar "forçá-los" artificialmente) durante a prática regular de mindfulness (atenção plena), esses momentos "AHA" também são relativamente comuns  ...[MAIS]
Ao melhorar nossa saúde mental e a relação com os fatores de estresse, a prática regular e de longo prazo de mindfulness (atenção plena) tem potencial para impactar positivamente na longevidade, mantendo o tamanho de nossos telômeros. Um estudo recente (2020) de revisão do tipo "meta-análise" (que são os mais confiáveis por juntarem vários estudos numa conclusão estatística única) mostrou concretamente o impacto da prática regular e de longo prazo de mindfulness e meditação na manutenção do tamanho dos "telômeros". O comprimento dos telômeros é um indicador biológico do envelhecimento celular. Os telômeros são como "capas  ...[MAIS]