TREINADORES CENTRO MENTE ABERTA - MINDFULNESS BRASIL

Nossos treinadores são experientes instrutores de Mindfulness, preparados para ministrar cursos para praticantes e de formação para outros instrutores, nos protocolos MBHP, MBCT e ABCT.


 

 

Marcelo Demarzo

Fundador e Coordenador do Centro Mente Aberta e Mindfulness Brasil

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Médico formado pela USP e Pós-Doutorado em Mindfulness e Saúde pela Universidad de Zaragoza (Espanha), professor, pesquisador e vice-coordenador do Programa de Pós Graduação (mestrado e doutorado) em Saúde Coletiva do Departamento de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina – UNIFESP.

Instagram: @drmarcelodemarzo[/su_expand]


 

 

Odisséia Martins

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Professora Instrutora de Mindfulness do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil . Especialista em Mindfulness pelo Centro Mente Aberta - UNIFESP. Facilita treinamentos baseados em Mindfulness, Mindful Eating e Compaixão. Professora de Kum Nye- Relaxamento e Yoga tibetano. Colaboradora na formação profissional de instrutores do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil desde 2016.

Instagram: @viverpresentemindfulness

Website: https://www.viverpresente.com.br [/su_expand]


 

 

Olga Durães

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Atua como instrutora de Mindfulness graduada pela Unifesp, mestranda em Saúde Coletiva pela Unifesp, professora de meditação graduada pela Yoga Teachers Association- EUA e como instrutora de compaixão graduada pelo Instituto Cultivo (México). 

Instagram: @em.meditacao[/su_expand]


 

 

Sonia Beira Antonio

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Professora Instrutora de Mindfulness do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil . Especialista em Mindfulness - Centro Mente Aberta - UNIFESP; Psicopedagoga Clínica e Institucional; Instrutora Profissional certificada pelo Centro Mente Aberta - UNIFESP; Professora na Formação de Instrutores de Mindfulness; Sócia Fundadora de Desenvolve Seres Humanos.

Website: www.desenvolvesh.com.br[/su_expand]


 

 

Thais Requito

[su_expand more_text="Saiba mais" less_text="Saiba menos" height="0" text_color="#86b2ed" link_style="dashed" more_icon="icon: chevron-down" less_icon="icon: chevron-up"]Professora Instrutora de Mindfulness do Centro Mente Aberta Mindfulness Brasil . Supervisora do programa Terapia Cognitiva Baseada em Mindfulness para a Depressão e para a Vida (MBCT-D e MBCT-L) pelo Centro de Mindfulness da Universidade de Oxford (OMC). Professora do Search Inside Yourself e facilitadora dos protocolos ingleses Taking it Further, Paws.B e WorplaceMT. Graduada em publicidade, possui MBA pela FGV.

Instagram: @thaisrequito

Website: www.thaisrequito.com[/su_expand]


Com o título “Treinamento ajudou voluntários a aprenderem a lidar melhor com a dor”, o jornal Correio Braziliense publicou matéria baseada em uma pesquisa conduzida pela Universidade de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos, e divulgada recentemente na revista The American Journal of Psychiatry, sobre os efeitos benéficos do treinamento de Mindfulness no controle da dor. Assinada pela jornalista Maria Laura Giuliani, a matéria apresenta dados do estudo cientifico que aponta que a atenção plena pode auxiliar pacientes a reagirem melhor à dor. Para chegar à conclusão, os cientistas analisaram respostas neurais de dois grupos de indivíduos submetidos  ...[MAIS]
A dor crônica afeta a qualidade de vida de aproximadamente 30% da população mundial (2 bilhões de pessoas), podendo ocorrer em mais de 50% dos idosos, com custos anuais estimados de 50 bilhões de dólares. A dor crônica é aquela que persiste por mais de 3 meses, em média, ocorrendo mesmo após a lesão inicial ser curada e tem uma influência grande de fatores psicológicos. Isso não quer dizer que a dor seja psicológica, mas que pode ser agravada pela maneira como a enfrentamos do ponto de vista subjetivo e psicológico e, nesse aspecto, que mindfulness pode ajudar a melhorar  ...[MAIS]